Educação de Belém do PI se prepara o início do ano letivo; escolas da sede serão climatizadas

Postada em 15/02/2017

 

Para que durante o ano os alunos consigam  atingir um maior desenvolvimento  educacional em sala de aula, é necessário que toda estrutura de  ensino e física tenha sido discutido e montada previamente pela gestão. Com esse objetivo, a Prefeitura Municipal de Belém do Piauí, através da Secretaria de Educação, tem trabalhado para iniciar o ano letivo de 2017.

A  nova gestora da Educação, a professora Cláudia Ribeiro, disse que está preparada para desenvolver  ainda mais a educação do município. “Fiquei muito feliz pelo prefeito Ademar Carvalho ter confiado a mim o cargo de secretária de Educação. Fui bem acolhida por todos e  estou pronta para assumir os desafios que surgirem. Minha caminhada  da educação vem de longas datas, pois sou educadora há 19 anos e estou nessa pasta para somar, ser atuante na gestão municipal, que já tem feito um excelente trabalho na educação, o que  tem facilitado muito meu trabalho”, disse.

Cláudia informou que, para ano letivo de 2017, várias ações estão sendo trabalhadas. Segundo ela, o ano letivo iniciará oficialmente com uma jornada pedagógica a ser realizada nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro, quando será trabalhado o tema “Fazer a diferença exige semear novas atitudes”, que será explanado por uma equipe de profissionais de Juazeiro do Norte- CE, liderada pela pedagoga Tereza Denise. As aulas da Rede Municipal de Ensino estão previstas para iniciar dia 02 de março.

Outra ação importante foi realização de uma busca ativa aos alunos, com o objetivo de trazer o aluno para a sala de aula. “Nossas equipes realizaram uma busca ativa com alunos de todas as faixas etárias e modalidades educacionais, em todo o município. Nossa intenção é  que não fique nenhum aluno fora da sala de aula”, pontuou.

O município investe, também, na melhoria da infraestrutura física. Segundo a secretária, todas as escolas estão sendo reformadas. Outra novidade é a climatização das escolas da sede. “Nossos alunos receberão as escolas reformadas. As da sede estão sendo forradas e climatizadas, o que vai tornar o ambiente de ensino aprendizagem mais confortável. Os alunos também receberão mais um espaço destinado às atividades educacionais, o auditório da Escola Monte Sinai, com capacidade para 150 pessoas”, disse.

A gestora relatou, ainda, que todas as ações de acompanhamento, monitoramento de avaliação do FNDE e MEC estão sendo realizadas pela equipe da SEME. Para este ano já foi realizado o diagnóstico situacional da Rede Municipal de Ensino, desde de estrutura física e prática pedagógica, gestão, desempenho escolar e avaliação.